Maísa relata ato de racismo sofrido pelo pai

Redaçãoabril 21, 20203 min
https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2020/04/994cc500-1843-433a-918b-0a8e2d0ed5bd.jpg

Jovem brasileira com maior número de seguidores no Instagram (31 milhões), a apresentadora Maísa Silva externou sua indignação diante de um episódio de racismo sofrido que seu pai, Celso Andrade.

“E meu pai que escutou de uma mulher hoje que tudo bem sair de casa, que as pessoas estão se apavorando à toa, porque só morre ‘negro e latino’, porque eles não têm convênio médico. Meu pai é preto”, contou Maisa.

Ela debateu o tema com os internautas e revelou como se sente mal ao ver a figura paterna sendo vítima de injúria e discriminação racial.

“Me sinto mal, péssima, horrível, triste. Conversamos, principalmente, porque eu cresci em uma família que é muito misturada. Mas isso me deu uma ‘noção’ maior, eu acho, tanto do meu privilégio quanto em tentar fazer minha parte para que essas ações não se repitam ou sejam admissíveis.”

 

Quem são os latinos?

“Sem falar que brasileiro é latino também, né? Parece que o povo nunca teve uma aula de Geografia na vida”, disse uma seguidora.

Maísa concordou.

“Pois é, noção de Geografia passou longe.”

“Em pleno 2020 pessoas acham que latino é só mexicano”, destacou outro.

Um grande equívoco assola a maioria das pessoas, que classificam de negro apenas a pessoa de pele retinta (escura). Em muitos países, branco é apenas o caucasiano, diferente do Brasil, onde, equivocadamente, muitos classificam como “se não é escuro, é branco”. Uma seguidora fez a observação e Maísa contou sua dificuldade em se enquadrar.

“A maioria desse povo que se acha branco, não seria considerado branco em nenhum lugar fora do Brasil”, disse.

“Exatamente… eu nem sabia o que preencher quando fui estudar fora porque quando você tem um pai preto e uma mãe branca, você é considerado birracial para eles. Mas minha mãe, para eles, não é branca e sim latina. Então eu fiquei tipo? O que eu coloco? Aí eu coloquei latina, eu acho”, contou Maísa.

Comentários

Comentários

Redação

https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2017/08/logo-scaled.jpg

Há 24 anos no mercado, a pioneira e mais antiga publicação negra do Brasil.

Comentários

Comentários