Raça Indica

Nesta edição, os livros sugeridos são: Dois Amores, de Paulo Lins e Águas da Cabaça, de Elizandra Souza. 

Parte os livros sugeridos nesta coluna, também estão sendo transformados em episódios de podcast. Já estão disponíveis episódios sobre o livro O Beijo na parede de Jeferson Tenório e O Caminho de Casa de Yaa Gyasi.

Para acessar, basta visitar a página do podcast Mundo da Rua: https://anchor.fm/mundodarua 

Dois Amores, de Paulo Lins

Quantas vidas vale um tênis da moda? A cada página deste livro essa era a pergunta que eu fazia para mim mesma. Ciente de que a cada 23 minutos um jovem negro é assassinado no Brasil, seria impossível não pensar em tragédia enquanto lia o primoroso texto de Paulo Lins. 

Cheio de detalhes e de pontos de virada dignos do cinema (não sei porque, mas sempre visualizo cenas quando estou lendo), a obra apresenta Lulu e Dudu, dois jovens moradores de Queimados, no Rio de Janeiro, que enfrentam uma jornada emocionante para conseguir comprar um tênis da moda para impressionar duas mocinhas, potenciais namoradas. 

Publicado em 2019 pela Editora Nós, o livro de apenas 48 páginas apresenta um conto grandioso. É um daqueles livros que te fisgam de tal maneira que você simplesmente não consegue parar de ler até terminar (senti a mesma coisa quando li recentemente “O Beijo na Parede”, de Jeferson Tenório, e ‘Apague a luz se for chorar”, de Fabiane Guimarães). 

Dois Amores me fez viajar de Queimados ao Leblon. Da pobreza à riqueza e vice-versa, passando pelo planejamento astuto que garante a sobrevivência de tantos meninos como Lulu e Dudu. 

Muito conhecido na literatura que narra o dia a dia das pessoas negras e pobres, Paulo Lins é comparado ou incluído por Heloísa Jahn no mesmo grupo do também escritor negro brasileiro, Lima Barreto. Entre as obras de Paulo Lins, a mais conhecida e que jogou luz ao cinema brasileiro há quase 20 anos (lançado em 2001) foi Cidade de Deus. 

O livro pode ser encontrado facilmente em grandes livrarias ou no site da editora: https://editoranos.lojavirtualnuvem.com.br/ 

Águas da Cabaça, de Elizandra Souza 

Eu comecei a me interessar pela poesia vendo e ouvindo poetas declamá-las. Primeiro, li poetas e poetisas do hip-hop, depois, os da literatura marginal nos inúmeros eventos de poesia que costumavam fervilhar na cidade antes da pandemia de Covid-19. 

Tive a oportunidade de ouvir Elizandra Souza algumas vezes e, mais tarde, também tive a oportunidade de ler sua poesia. Sempre que leio, me reconecto comigo mesma, com minha comunidade, com minha família, com a minha cidade, com o meu ser mulher. Por isso, decidi sugerir na mesma semana em que indico o conto do Paulo Lins , porque ambos, de forma completamente distinta, me falam sobre resiliência. 

Águas da Cabaça foi lançado em 2012, em uma publicação independente – Edição do Autor, com 137 páginas, capa de Salamandra Gonçalves, projeto gráfico de Nina Vieira e ilustrações de Renata Felinto, apresenta mais de 100 poemas divididos em cinco partes. A cada capítulo ela apresenta o trecho de uma obra de outras escritoras: Conceição Evaristo, J. Nozipo Maraire, Maria Tereza, Zora Neale Hurston e Paulina Chiziane.

Sugiro a leitura preguiçosa dos poemas. Sugiro, também, ler mais de uma vez e até mesmo a partir de qualquer ponto que o seu olhar e sentimento lhe oriente. Nesta releitura para escrever essa sugestão, fui passando o olho pelo índice e fui direto para a página 33 para reler “Do Outro Lado da Margem”.

[…] estou sempre sentada na janela
Em algum ônibus que me leva há algum destino…
Contemplo os pingos de chuva que se desequilibram na vidraça 
E deslizam como se fossem gotas de orvalho
Mas desesperados por temerem cair no asfalto 
Não querem se afogar em um bueiro…
A sejam continuar cristalinos…

Os movimentos da água, da vida, da cidade estão presentes em toda a obra. Águas da Cabaça, de Elizandra Souza, a quem ela dedica “A todas as mulheres negras que espalham sementes para que nunca nos faltem motivos para continuar vivas e resistentes”  é original, belíssimo e potente. 

O livro pode ser encontrado na livraria Africanidades

 

Comentários

Comentários

About Author /

Jornalista, pós-graduada em comunicação e saúde, consultora na área de comunicação, planejamento e sistematização com foco em saúde, gênero e raça. Escreve sobre beleza, identidade e autoestima.

Start typing and press Enter to search