Revista Raça

Capa

Rachel Maia deixa cargo de CEO da joalheria Pandora após nove anos

  • Autor: hamalli

  • Publicado em: 28/03/2018

  • Comentários:

A paulistana estava no comando da empresa dinamarquesa desde que a marca chegou ao Brasil, em 2009. Formada em ciências contábeis e com especializações no Canadá e na Universidade Harvard, Rachel consolidou sua sua carreira no exterior. Fez também curso de especialização em negócios pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Foi diretora financeira da concorrente americana Tiffany.

Sob a gestão de Rachel, a empresa passou de duas a 98 lojas no país. A empresária é membro do Conselhão (grupo de empresários que aconselha o presidente do Brasil) e defende causas ligadas à inclusão racial e feminina.

Em nota, a Pandora disse que a extinção do cargo no Brasil faz parte de uma mudança estrutural. A diretora interina de RH da empresa, Tracey Griffin, disse que o Brasil é um mercado promissor e que a marca busca crescer de forma mais rápida, e agradeceu a contribuição da profissional. “Eu gostaria de agradecer à Rachel por sua contribuição à Pandora e ao mercado brasileiro e desejar-lhe sucesso em seus futuros desafios”, escreveu o executivo.

Veja a íntegra da nota:

Mudanças para estruturar futuro crescimento no Brasil

Nos últimos anos, construímos um time forte e um negócio promissor no Brasil. E assim como vários outros mercados em crescimento na América Latina, o mercado brasileiro oferece oportunidades de expandir nossa posição como marca e crescer ainda mais rápido.

Agora, para assegurar que perseguiremos essas oportunidades de crescimento da melhor forma possível, fazemos algumas mudanças na estrutura organizacional.

O Brasil será integrado ao cluster de Mercados Emergentes / Emerging Markets (LatAM) e construiremos uma organização mais forte e conectada na região. Trabalhar em um único cluster nos possibilitará alavancar nossas fortalezas em todos os mercados da região e perseguir as oportunidades de crescimento mais efetivamente.

Com essas mudanças, a posição de General Manager será extinta no Brasil e desta forma Rachel Maia deixará a companhia hoje. Eu gostaria de agradecer a Rachel por sua contribuição à Pandora e ao mercado brasileiro e desejá-la sucesso em seus futuros desafios.

Atenciosamente,

Tracey Griffin – CFO e Interinamente RH

Comentários

Comentários