Renan Souza integra a lista dos 100 mais influentes do mundo

Editor internacional da CNN, o jornalista Renan Souza integra a lista global das 100 pessoas Afrodescendentes Mais Influentes do Mundo (MIPAD) com menos de 40 anos. Além do importante reconhecimento das Nações Unidas, o paulista de Santo André terá a missão de moderar um painel com lideranças negras globais.

Premiado pela Comissão Europeia de Turismo, Departamento de Estado dos EUA e Senado da Argentina, Renan Souza trabalhou durante quase dez anos no SBT como editor e coordenador da editoria de Internacional.

Ele estudou nos Estados Unidos e Israel e já viajou por 45 países. Em Londres, onde vive, cursa mestrado em Relações Internacionais na Goldsmiths, University of London como Chevening Scholar.

O MIPAD, que tem a deputada estadual Leci Brandão e a diretora do Movimento Black Money, Nina Silva, como representantes do Brasil, começou na sexta-feira (02) e se estende até domingo (04). Este ano, ela será realizada pela internet e vai reconhecer os 100 afrodescendentes mais influentes do mundo nas categorias Política e Governança, Negócios e Empreendedorismo, Mídia e Cultura e Empreendimentos Humanitários.

A inciativa faz parte da Década Internacional para Pessoas de Descendência Africana (2015-2024), declarada pela Assembleia Geral da ONU.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search