Nunca perco a oportunidade para lembrar de heróis e heroínas de nosso povo, como a baiana Maria Felipa de Oliveira, que liderou um grupo de 40 mulheres na luta pela Independência da Bahia, no século 19. Saiba quem foi Maria Felipa, heroína da luta pela liberdade

 

Maria Felipa, heroína da luta pela liberdade | FOTO: Divulgação casa de Maria Felipa

Maria Felipa, heroína da luta pela liberdade | FOTO: Divulgação casa de Maria Felipa

TEXTO: Oswaldo Faustino | FOTO: Divulgação Casa de Maria Felipa | Adaptação web: David Pereira

Conta-se que se tratava de uma mulher nascida na Ilha de Itaparica que, além de atraente e de elegante porte físico, tinha habilidades de capoeirista e uma coragem invejável. Descendente de africanos sudaneses, vivia da comercialização de mariscos e deve figurarentre os heróis da luta pela liberdade em nosso país, segundo vários intelectuais e os integrantes da Casa Maria Felipa, que a consideram a “matriarca da Independência de Itaparica”.

Há um ótimo livro sobre ela, escrito pela educadora Eny Kleyde Vasconcelos Farias. Maria Felipa é mencionada em livros de Xavier Marques, de Jurandir Pires Ferreira e de João Ubaldo. O primeiro a estudar essa personagem foi o historiador Ubaldo Osório Pimentel. Foi ele que apurou, através de documentos públicos, que, em 1823, as mulheres lideradas por Maria Felipa avistaram a esquadra de 42 embarcações portuguesas, ancoradas nas imediações da ilha, aguardando a ordem para invadir Salvador e reprimir as ações pela independência baiana.

Elas se aproximaram desses navios e os incendiaram, causando baixas significativas noexército português. Os dois vigias da esquadra, Araújo Mendes e Guimarães das Uvas, seduzidos pelo encanto das guerreiras, as acompanharam a um local distante, na esperança de se deleitarem sexualmente. Mas, quando tiraram as roupas, foram surrados com espinhosos galhos de cansanção.

Quer ver essa e outras reportagens da revista? Compre essa edição número 159.

Comentários

Comentários