Revista Raça

Capa

Turbante: Use como, quando e onde quiser!

  • Autor: hamalli

  • Publicado em: 16/04/2018

  • Comentários:

São sete horas da manhã de uma quarta-feira típica do outono paulistano. Erica Odara, 30 anos, começa sua rotina diária. Levanta, faz as suas orações, os seus agradecimentos, e vai à academia. A modelo e bailarina, moradora do Butantã, zona oeste de São Paulo, não imagina, mas esse será um dia inesquecível na sua vida. Ao chegar no job se depara com uma das grandes paixões, os turbantes.

“Eu fiquei muito emocionada quando vi que o trabalho seria com turbantes. Eu uso bastante no meu dia a dia. Vou à academia de turbante, festas, saio à noite”, relata. “ Parte do meu guarda-roupa é lotado de tecidos. Ele faz parte da minha personalidade.  Já até peguei um tecido de mesa da minha mãe que gostei muito e na hora que ela foi ver já estava na minha cabeça.”

Grifes badaladas, como Prada e Collins, incluíram turbantes em recentes coleções, mas vale lembrar que no século XX o estilista Paul Poiret, usou e abusou desse estilo em seus croquis, com inspirações na cultura do Oriente Médio.

Com função social, religiosa, e claro, na moda, o turbante chegou ao Brasil pelos negros vindos da África através do tráfico de escravos.

A designer de turbantes e fundadora da grife Boutique de Krioula, Michelle Fernandes, 34 anos, ressalta a importância desse item fashion na composição dos looks. “Ele deixa qualquer visual, por mais simples que seja, bem elegante. Você pode compor uma roupa básica, como um jeans e uma camiseta branca com um turbante bem colorido, que está pronto tanto para o trabalho quanto para sair com os amigos à noite. Ele também dá um ar mais sofisticado em algumas ocasiões, como casamentos”, lembra. “O importante é que você se sinta confortável. Eu já fui em reuniões de trabalhos e festas de aniversário de turbante. Acredito que o homem ou a mulher que esteja usando deve fazer uma leitura de si mesmo. Estou me sentindo bem e confortável com meu turbante? Se sim, posso ir para qualquer lugar”.

O turbante está aí para nos mostrar o quanto é exuberante, simples, chique, moderno, tradicional e descolado. Use como, quando e onde quiser!

Jaqueta e Saia: 2 CMN; Camiseta: Hering; Acessórios: Juliana Manzini; Sandália: Constance; Turbante: Boutique de Krioula

 

Jaqueta e Saia: 2 CMN; Camiseta: Hering; Acessórios: Juliana Manzini; Sandália: Constance; Turbante: Boutique de Krioula

 

Jaqueta e Saia: 2 CMN; Camiseta: Hering; Acessórios: Juliana Manzini; Sandália: Constance; Turbante: Boutique de Krioula

 

Jaqueta e Saia: 2 CMN; Camiseta: Hering; Acessórios: Juliana Manzini; Sandália: Constance; Turbante: Boutique de Krioula

 

Foto 2:Blusa e Saia: Forever 21; Sandália: Romarim; Turbante: Boutique de Krioula; Anel: Olga;

 

Foto 2: Blusa e Saia: Forever 21; Sandália: Romarim; Turbante: Boutique de Krioula; Anel: Olga;

 

Foto 2: Blusa e Saia: Forever 21; Sandália: Romarim; Turbante: Boutique de Krioula; Anel: Olga;

 

Foto 3:
Blusa: Brechó Caprichou à toa; Macacão: Forever 21; Tênis: Converse; Brinco e Turbante: Boutique de Krioula

 

Foto 3: Blusa: Brechó Caprichou à toa; Macacão: Forever 21; Tênis: Converse; Brinco e Turbante: Boutique de Krioula

 

Foto 3:
Blusa: Brechó Caprichou à toa; Macacão: Forever 21; Tênis: Converse; Brinco e Turbante: Boutique de Krioula

 

Texto: Fernando Costa
Fotos: João Guizze
Stylist: Ana Paula Fernandes
Produção de Moda: Andrea Mamel
Maquiagem: Isabelle Freitas
Amarração dos turbantes: Michelle Fernandes
Modelos: Agência de Modelos Max Fama (www.maxfama.com.br)
Produção Executiva: Paulo Henrique Albuquerque e Cláudia Zanoni/ Grupo YBrasil
Coordenação Geral: Felipe Monteiro

Comentários

Comentários