Após imagem chocante viralizar, menina recebe ajuda

Redaçãomaio 14, 20203 min
https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2020/05/ex30ln4waaa9y2w-1-.jpg

Na última quarta-feira, dia 13 de maio, data marcada pelos 132 anos da Abolição da Escravatura, a foto de uma menina portando um cartaz no qual ela sugeria a troca de máscara por alimento, viralizou nas redes sociais. Uma comoção coletiva fez com que a menina fosse logo localizada.

A menina de 09 anos estava num sinal de trânsito, no cruzamento da Avenida Salvador Allende, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. A mãe dela, Silvana, que também estava no local, tem outros três filhos.

Moradoras de Antares, comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro, a menor de idade saiu de casa às 06h30, para ir ao “trabalho”. A mãe contou ao jornal O Globo que, no primeiro dia, teve medo da reação das pessoas e sentiu vergonha.

Apesar do pedido, a máscara pode ser comprada. A unidade custa R$ 5. Quem fabrica é uma vizinha. A mãe da menina trabalhava como vendedora de picolé e diarista até a pandemia, quando ficou sem serviço. Desde então, ela vende doces no sinal de trânsito. Foi a filha quem pediu para acompanha-la na batalha diária.

“Minha mãe é trabalhadora. Trabalha em todo lugar. Faxina. Na praia. Vi ela fazendo isso e decidi fazer com ela também pra ver se a gente ganha um trocado e consegui realizar meu sonho”, diz a menina.

A mãe, por sua vez, almeja um futuro melhor para os filhos.

“Não queria que ela estivesse comigo. Sempre trabalhei, nunca levei eles. Mas que eles viessem atrás de mim fazer isso nunca imaginei. Nunca faria isso para ter proveito das pessoas.”

Após a imagem ter viralizado, muitas doações foram feitas à família.

Comentários

Comentários

Redação

https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2017/08/logo-scaled.jpg

Há 24 anos no mercado, a pioneira e mais antiga publicação negra do Brasil.

Comentários

Comentários