Revista Raça

Você na raça

De viciado em crack para modelo e pai de família

  • Autor: Redator

  • Publicado em: 14/10/2016

  • Comentários:

Adriano Lugoli era viciado em crack. Hoje ele venceu o vício e se tornou modelo

 

Texto: Redação | Foto: Ébano Model  | Adaptação Web Sara Loup

Adriano Lugoli | Foto: Ébano Model
Adriano Lugoli | Foto: Ébano Model

 

Adriano Lugoli é mineiro de Uberlândia, mas se mudou para Brasília em 2004 e desde então nunca mais quis sair da capital do Brasil. “Quando me mudei pesava 60 quilos, era viciado em crack e passei por uma clínica de reabilitação”. Foram tempos difíceis até que, após a recuperação, resolveu mudar de vida: começou a malhar e se casou. Para marcar a chegada do primeiro filho, quis fazer um book da gravidez e do bebê e acabou se descobrindo modelo.

Com as primeiras fotos, amigos e conhecidos passaram a recomendar que ele as enviasse para uma agência de modelos, e sem pensar duas vezes Adriano resolveu entregá-las pessoalmente. Desde então, tem realizado comerciais, figuração e fotos. Para quem ainda tenha dúvidas sobre seu talento, ele diz com orgulho que seu primeiro comercial foi ao lado de Ronaldo, Fenômeno. Aos 33 anos, a personalidade forte é uma das maiores qualidades desse mineiro, que fez questão de mostrar seu orgulho de ser negro nas páginas da revista RAÇA BRASIL.

“Meu objetivo é calar a boca das pessoas que dizem que é uma ilusão ser modelo por ter traços africanos. Quero fazer desse sonho uma realidade. Na verdade isso já pode ser considerado uma realização pessoal”.

Quer ver essa e outras reportagens da revista? Compre essa edição 176

Comentários

Comentários