Roger Machado financiará livros de autores negros e indígenas

Redaçãoagosto 21, 20202 min
https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2020/08/rogermachado_bahia.png

Técnico do time do Bahia, Roger Machado, quer promover a negritude e a luta antirracista para muito além do esporte. Ele, que é uma das principais vozes do movimento negro no futebol brasileiro, está à frente de um projeto que pretende lançar 50 livros de autores negros e indígenas nos próximos cinco anos.

Ainda em 2020 serão publicados 10 livros da coleção “Diálogos da Diáspora”, financiados pelo Projeto Canela Preta, de Roger. A proposta é que os livros cheguem ao mercado com preço acessível para a parcela mais carente da população, formada em sua maioria por negros.

O técnico enfatizou que, quando suas filhas eram pequenas, procurava livros para elas, de literatura infanto-juvenil, com autores e personagens negros, e tinha dificuldade para encontrar títulos. Ao ler um livro da escritora Chimamanda Adichie, sua inquietação cresceu. Na obra, a autora disserta sobre o perigo da história contada só por quem detém os meios da produção do conhecimento.

Os livros do novo projeto serão lançados pela editora Hucitec, voltada ao humanismo.

Comentários

Comentários

Redação

https://revistaraca.com.br/wp-content/uploads/2017/08/logo-scaled.jpg

Há 24 anos no mercado, a pioneira e mais antiga publicação negra do Brasil.

Comentários

Comentários