Sucesso em Marighella, Seu Jorge estreia no cinema como Pixinguinha

Longa conta a história de um dos maiores músicos da Música Popular Brasileira

Estreou na última quinta (11), nos cinemas, o filme “Pixinguinha, um Homem Carinhoso”, com o cantor e ator Seu Jorge no papel do maestro, flautista e saxofonista. Escrito por Manuela Dias, o filme é dirigido por Denise Saraceni, Seu jorge interpreta Pixinguinha na fase adulta. Ele também está em cartaz no cinema como Marighella, longa dirigido por Wagner Moura.

A atriz Taís Araújo também integra o elenco principal do filme, na pele da esposa de Pixinguinha, Albertina Nunes Pereira, conhecida como Betí. Os atores Milton Gonçalves, Danilo Ferreira, Agatha Moreira, Klebber Toledo e Tuca Andrada também estão no filme.

Apesar de ser um dos maiores artistas da Música Popular Brasileira, Pixinguinha só teve seu talento reconhecido depois de sua morte, no Carnaval de 1973. O músico é considerado, inclusive, o “pai da MPB”.

O filme mostra partes da infância de Pixinguinha, que ganhou o nome artístico a partir de um outro apelido dado por sua avó que o chamava de Pizindim. O cantor usou o nome na primeira apresentação profissional, realizada quando ainda era adolescente. O longa também mostra a ascensão do trabalho do artista na turnê realizada com seu grupo Oito Batutas, em Paris.

Betí e Pixinguinha estiveram juntos até o último suspiro do cantor e a relação entre eles pode ser relembrada agora no filme onde Taís Araújo e Seu Jorge contracenam juntos pela primeira vez.

Comentários

Comentários

About Author /

Start typing and press Enter to search